domingo, 30 de junho de 2019

Universidade Federal da Paraíba cria leite de cabra em pó sem lactose

Professora ressalta ainda que, até então, não houve verificação de como o produto se comporta no organismo humano

Aprimorar o leite de cabra em pó é o que pretende uma pesquisa coordenada pela professora do Departamento de Biologia Molecular da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) Tatiane Santi Gadelha.
“Nós fizemos o teste e não acusou presença da lactose. Utilizamos um método para identificar mínimas quantidades e não acusou. Mas não sabemos ainda se existem traços”, explica a pesquisadora.
Gadelha ressalta ainda que, até então, não houve verificação de como o produto se comporta no organismo humano. “É preciso cautela no desenvolvimento dos testes, porque muitas pessoas que possuem intolerância à lactose podem passar mal com um contato mínimo”.
Segundo a docente, o leite caprino é uma rica fonte de nutrientes. A proteína é expressiva no produto. A professora relata que o processo de transformação do leite líquido em pó foi demorado.
“Prezamos pela qualidade do produto. Houve a necessidade de observar a alimentação dos animais, a forma como o leite é retirado das cabras. São muitos detalhes.”
O estudo tem a colaboração de estudantes de pós-graduação da UFPB que pesquisam leite caprino e é realizado por meio de parceria com o Instituto UFPB de Desenvolvimento da Paraíba (IDep), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e produtores de leite de cabra do Estado da Paraíba.

Com vergonha na cara, todos os procuradores da Lava Jato pediriam para sair.

Reinaldo Azevedo
29/06/2019 

Sergio Moro: o iluminista das trevas tinha, vamos dizer, o reconhecimento de seus "parceiros" da Lava Jato (Foto: Dida Sampaio)
Bem, meus caros, dizer o quê? A cada nova informação que vem a público sobre diálogos travados entre procuradores da Lava Jato — com a participação de Sergio Moro ou sobre ele —, defender os métodos da força-tarefa e do ex-juiz e suas relações com a política deixa de ser uma questão de avaliação, gosto ou rigor técnico. Trata-se de uma questão de caráter e, vai ficando claro, de condescender ou não com ações criminosas. Lembrando sempre que a tarefa dos procuradores e do então juiz era… combater o crime.
Reportagem publicada neste sábado pelo site "The Intercept Brasil" traz à luz diálogos verdadeiramente asquerosos dos membros da força-tarefa. Procuradoras e procuradores tinham clareza absoluta da atuação indevida de Moro; fazem considerações muito pouco lisonjeiras sobre ela; admitem por meio de palavras ou da anuência silenciosa "violação [por Moro] do sistema acusatório", mas tomam a decisão — QUE TEM DE SER CHAMADA DE POLÍTICA — de endossar os desatinos do juiz.
A integra da reportagem está aqui. Transcrevo um trecho, acompanhado de alguns diálogos e comento.
*
Por Glenn Greenwald, Rafael Moro Martins, Leandro Demori, Victor Pougy:

Procuradores do Ministério Público Federal, em mensagens privadas trocadas em grupos com integrantes da Lava Jato, criticaram Sergio Moro duramente pelo que consideraram uma agenda pessoal e política do juiz. Eles foram além no decorrer e logo depois da campanha eleitoral de 2018: para os procuradores, Moro infringia sistematicamente os limites da magistratura para alcançar o que queria.
"Moro viola sempre o sistema acusatório e é tolerado por seus resultados", disse a procuradora Monique Cheker em 1º de novembro, uma hora antes de o ex-juiz anunciar ter aceitado o convite de Jair Bolsonaro para se tornar ministro da Justiça. Integrantes da força-tarefa da Lava Jato lamentavam que, ao aceitar o cargo (algo que ele havia prometido jamais fazer), Moro colocou em eterna dúvida a legitimidade e o legado da operação. Os óbvios questionamentos éticos envolvidos na ida do juiz ao ministério poderiam, afinal, dar maior credibilidade às alegações de que a Lava Jato teria motivações políticas.
Uma vez que o alinhamento de Moro com o bolsonarismo se tornou claro, até os maiores apoiadores do ex-juiz dentro da Lava Jato passaram a expressar um descontentamento antigo com as transgressões dele. Mesmo o coordenador da força-tarefa, Deltan Dallagnol (que sempre defendeu Moro), e o decano do grupo, Carlos Fernando dos Santos Lima, íntimo do então juiz, confessaram preferir que ele não aderisse ao governo Bolsonaro.
Um dia antes do anúncio de Moro, em 31 de outubro, quando circulavam fortes boatos de que Moro participaria do governo Bolsonaro, a procuradora Jerusa Viecili, integrante da força-tarefa em Curitiba, escreveu no grupo Filhos do Januario 3: "Acho péssimo. Só dá ênfase às alegações de parcialidade e partidarismo."
A procuradora Laura Tessler, também da força-tarefa, concordou com a avaliação: "Tb acho péssimo. MJ nem pensar… além de ele não ter poder para fazer mudanças positivas, vai queimar a LJ. Já tem gente falando que isso mostraria a parcialidade dele ao julgar o PT. E o discurso vai pegar. Péssimo. E Bozo é muito mal visto… se juntar a ele vai queimar o Moro." Viecili completou: "E queimando o moro queima a LJ". Outro procurador da operação, Antônio Carlos Welter, enfatizou que a postura de Moro era "incompatível com a de Juiz":
No dia seguinte, 1º de novembro, quando ficou claro que Moro seria anunciado como ministro da Justiça, outros procuradores do MPF não envolvidos com a Lava Jato aderiram ao coro. Conversando no grupo BD, do qual faziam parte procuradores de vários estados, eles dispararam duras críticas ao ex-juiz:
É particularmente significativo que procuradores tenham chamado algumas absolvições de Moro de "tabelinhas" – destinadas a criar uma falsa percepção de imparcialidade –, já que as absolvições haviam sido citadas pelo ex-juiz e por Deltan Dallagnol justamente para refutar acusações de que Moro era o verdadeiro chefe dos procuradores.
Quando Moro foi finalmente confirmado como ministro da Justiça, o procurador Sérgio Luiz Pinel Dias, que atua na Lava Jato no Rio de Janeiro, digitou no grupo MPF GILMAR MENDES que, daquele momento em diante, seria muito difícil "afastar a imagem de que a LJ integrou o governo de Bolsonaro".
(…)

RETOMO
Dizer o quê? Como se nota, um grupo estava constituído nas sombras, ciente das agressões à ordem legal ("Moro é inquisitivo, só manda para o MP quando quer corroborar suas ideias, decide sem pedido do MP (variasssss vezes) e respeitosamente o MPF do PR sempre tolerou isso pelos ótimos resultados alcançados pela lava jato"), submetido aos solipsismos jurídicos de um juiz capaz de, na avaliação de um deles, "absolver para fazer tabelinha" — e, assim, afetar imparcialidade —, mas determinado a defender o indefensável.

CAIPIRA DESLUMBRADO
Sobra até espaço para um certo preconceito em relação às origens de Moro, que nasceu em Maringá, no interior do Paraná. Há a sugestão de que seja um caipira deslumbrado:

Quando Moro decide ser o braço de Bolsonaro no Ministério da Justiça, será que houve ao menos a tentação de a Lava Jato declarar a sua independência ou manifestar seu descontentamento? Não! Ao contrário. Deltan, fiel escudeiro do ex-juiz, comandou a ordem unida: criticar Moro seria criticar a operação. Proteger Moro seria proteger a Lava Jato. O nome disso é política.
Vamos ser claros: bastaria um pouco de vergonha na cara para que todos os procuradores que integram a força-tarefa pedissem dispensa dessa função. Mas não creio que vá acontecer. Não por ora ao menos. Muita coisa, tudo indica, vem por aí.
Uma mensagem chama a minha atenção num detalhe que parece bobo, mas que é simbólico destes dias. Ao comentar a nomeação de Moro para o Ministério da Justiça, escreve o procurador Antônio Carlos Welter:
"Veja que um dos fundamentos do pedido feito ao comitê da Onu para anular o processo do Lula é justamente o de falta de parcialidade do juiz. E logo após as eleições ele é convidado para ser Ministro."

Ele quis escrever, claro!, "falta de IMPARCIALIDADE".
É normal que fazendo parte da Lava Jato, um procurador não saiba a diferença entre "parcialidade" e "imparcialidade".
Afinal, segundo uma das procuradoras, "Moro viola sempre o sistema acusatório e é tolerado por seus resultados."
OUTRO LADO
Ah, sim: os procuradores não reconhecem os diálogos. Vamos ver até quando essa conversa é funcional — ao menos para os fanáticos.

sábado, 29 de junho de 2019

'Sensação arqueológica': ruínas descobertas de antigo império revelam achados únicos (Fotos)

Palácio do Império Mitani
Via Sputink

O trabalho dos cientistas agora consiste em tentar traduzi-las para desvendar os segredos de um império pouco conhecido que existiu há milhares de anos.
Uma equipa de arqueólogos descobriu recentemente no norte do Iraque as ruínas do Palácio Kemune, com 3.400 anos de idade, que fazia parte do Império Mitani.
Um dos cientistas que está fazendo investigações no local descreveu o achado como "uma das descobertas arqueológicas mais importantes na região nas últimas décadas", escreve o Deutsche Welle citando o anúncio feito pela Universidade de Tubinga (Alemanha).
descoberta se tornou possível graças à seca que afetou a região, o que causou a descida do nível da água no reservatório da represa de Mossul, no Curdistão iraquiano, revelando ruínas que antes estavam submersas.
Arqueólogos descobrem palácio do Império Mitani, na província de Dahuk, no Curdistão iraquiano
Durante as escavações, os cientistas encontraram cerca de 10 placas de argila com escrita cuneiforme.
Entretanto, a equipe de investigação teve tempo limitado para conseguir explorar o palácio, sendo que as águas começaram a subir fazendo com que o local ficasse submerso de novo.
"Também encontramos paredes pintadas em tonalidades vivas de vermelho e azul. No segundo milênio a.C., os murais eram provavelmente uma característica típica dos palácios do antigo Oriente Próximo, mas raramente os encontramos preservados. Descobrir pinturas murais em Kemune é uma sensação arqueológica", disse Ivana Puljiz da Universidade de Tubinga.
Ela também ressaltou que o Império Mitani "é um dos impérios menos investigados no antigo Oriente Próximo", destacando que nem a capital do império foi ainda identificada.
Segundo escreve o jornal, os cientistas vão agora tentar traduzir as placas de argila encontradas para tentar obter mais informações sobre a estrutura interna do Império Mitani.

sábado, 22 de junho de 2019

Administrador da Nasa: "Não precisamos esperar muito para encontrar vida Extraterrestre"


Na Via Láctea, com base nas informações coletadas pelo telescópio Kepler, existem cerca de "Um bilhão de planetas semelhantes à Terra", que podem ter características para acomodar a vida extraterrestre. De acordo com Jim Bridenstine, administrador da NASA, é provável que não devemos esperar muito mais para anunciar a Vida Extraterrestre em outros mundos.
Em Marte o rover Curiosty encontrou minerais argilosos em concentrações de rochas no Monte Sharp, sugerindo que a cratera Gale abrigava uma grande quantidade de água e rochas. Este resultado é muito importante para entender o processo do desaparecimento do fluido vital. Por outro lado, a sonda New Horizons também descobriu a presença de amônia em Plutão, que mostra uma atividade geológica recente com água líquida, algo elementar para regular a temperatura, aumentando a possibilidade de que existam condições ideais para a vida.
                                      Um lago congelado em uma cratera marciana

A vida, como a conhecemos, precisa de três ingredientes essenciais: água líquida, moléculas orgânicas e uma fonte de energia. Muitos pesquisadores afirmam que, nos primeiros bilhões de anos a partir da história do nosso planeta, ele poderia alcançar a Terra a bordo de meteoritos ou cometas. Enquanto a água, de acordo com uma hipótese recente apresentada por cientistas da Universidade de Münster, na Alemanha, chegou há cerca de quatro bilhões e meio de anos, quando um planeta chamado Theia colidiu com a Terra e devido à colisão a Lua foi criada.

Para descobrir o que trouxe água, eles analisaram os isótopos de um elemento da tabela periódica conhecida como molibdênio, que é encontrado no manto da Terra. A teoria sugere que o Tehia foi formado em uma área próxima ao nosso mundo, onde há uma grande quantidade de materiais rochosos. Mas as evidências mostram que ele saiu da área externa e posteriormente teve um impacto. Este protoplanet hospedaria a água e esta colisão formou as grandes massas de oceanos na Terra.
Então poderia haver outros planetas com condições semelhantes? Apesar da obsessão de Marte e de outros mundos no Sistema Solar os cientistas pensam que as melhores oportunidades para procurar vida são em planetas extra-solares. O problema é a complexidade de observar esses planetas diretamente.  Embora a estratégia de estudar suas atmosferas para encontrar "bio-sinais" (como o ozônio na atmosfera da Terra, um sinal indireto da fotossíntese) tenha sido adotada, os cientistas não têm certeza se essas formas de vida podem ser encontradas. e como os conhecemos ... Devemos saber como enxergar além, também porque não sabemos se todas as formas de vida são as mesmas.
Também na Terra temos um exemplo disso com os tardigrads, um modo de vida capaz de sobreviver, também, o vazio espacial e possui características em sua composição orgânica única, que não são vistas em outra espécie do reino animal e que continua a ser um mistério para a ciência, incluindo sua formação e desenvolvimento. Lembramos que no casco da Estação Espacial Internacional, foram encontrados esporos e bactérias que cresceram na ausência de oxigênio.

Então é possível encontrar diferentes formas de vida no espaço? Claro que sim. A ciência não sabe realmente se é possível gerar formas de vida diferentes daquelas conhecidas, nem suas características, ou se elas podem se desenvolver em uma medida semelhante ou superior à nossa. No entanto, como a nossa tecnologia continua a avançar e a bactéria extraterrestre é estudada, nos aproximamos de uma conclusão sobre a vida alienígena ...
Mais um post by: UFOS ONLINE

                                                    Veja o Vídeo Abaixo:

UM ABRAÇO DE SOLIDARIEDADE EM UMA AMIGA

ALINE MEDEIROS CLEMENTINO
A sabugiense é filha do popular “Antônio Fotógrafo”, estudante de engenharia elétrica e faz um apelo a todos.
Sou estudante do 6 período de engenharia elétrica, ALINE MEDEIROS CLEMENTINO (116211184) e necessitei trancar o curso, pois estou passando por um momento um pouco turbulento, fui diagnosticada recentemente com um câncer invasivo no cérebro e estou pra começar o tratamento de quimio e radio, a quimio indicada foi por meio da medicação oral 
Temozolamida 100mg - 5 cápsulas. 
2.277,38 a 3.300,00 R$

Eu preciso começar o mais rápido possível, e de 35 cápsulas para meu tratamento.
Essa medicação deve ser tomada junto da radioterapia, porém, por ser uma medicação de alto custo, pela Estado demora para receber a tempo de fazer o tratamento conjunto (quimio+radio). Segue em anexo os documentos do meu diagnóstico, biópsia, receita do medicamento e números das contas para quem puder ajudar.
CONTA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL ALINE MEDEIROS CLEMENTINO 0758 013 005 2444-5
CONTA BANCO DO BRASIL ALINE MEDEIROS CLEMENTINO 0128-7 45650-0
Muito obrigada.

Não acredita em Ovnis? Três vídeos militares que foram desclassificados o farão mudar de opinião.


OVNI E AVIÃO PERSIGUICAO


Um dos vídeos foi gravado em 2004, o outro em 2013 e o mais atual em 2014. Nos vídeos, vemos um OVNI realizando manobras, ao contrário de tudo que a humanidade pode criar até hoje, ignorando a gravidade e as leis que governam sobre os veículos sintéticos. Ambos os vídeos foram analisados ​​por especialistas que concordam que os objetos em questão são extraordinários e diferentes de tudo o que já viram. Alguns destes OVNIs não eram visíveis a olho nu e de alguma forma conseguiram evitar ser detectados pelos radares.
No século 21, existem dois tipos de pessoas quando a vida alienígena é discutida. Aqueles que acreditam firmemente que estamos sendo visitados e que já fomos visitados há milhares de anos, e aqueles que acreditam que os avistamentos de OVNIs são inteiramente um fenômeno criado pelo homem.
Em uma entrevista com Neil de Grasse Tyson, para a National Geographic Star Talk, intitulado, “A Ciência dos Alienígenas, “Astrônomo Sênior do SETI, Mr. Seth Shostak, disse que “um terço do público acredita no” fenômeno Ovni”.
Certamente, embora existam inúmeros vídeos falsificados disponíveis na internet, existe alguns vídeos que estão muito além de fascinante, eles são desconcertantes, pois não existe explicação para o fenômeno.
Dois desses vídeos foram recentemente desclassificados pelo governo.
Um dos vídeos fascinantes sobre o fenômeno Ovni, foi gravado pela empresa Homeland Security. O vídeo mostra algo que se comporta como não fora deste mundo. No vídeo, um Ovni misterioso é visto realizando manobras, ao contrário de tudo que a humanidade pode criar hoje. O objeto voador não identificado é visto movendo-se em velocidade extremamente rápida, e em seguida dispara a uma velocidade assustadora. As leis da física que conhecemos e que governam sobre aeronaves feitas pelo homem, têm pouco efeito sobre este OVNI que parece ignorar completamente a gravidade, movendo-se através do céu a velocidades de até 120 mph. Mas mais interessante, em um ponto, o Ovni parece mergulhar nas águas sem sofrer nenhuma avaria. Que tipo de aeronave pode fazer isso?







O vídeo foi revisado pela Coalizão Científica para a Ufologia, um grupo de pessoas que têm uma extensa e longa experiência em ciência, se uniram para estudar evidências que apontam para visitas de seres de outros mundos.
O objeto voador não identificado seguinte, foi gravado em vídeo por uma câmera de imagem térmica em um avião DHS, no céu sobre Aguadilla, (cidade localizada no noroeste de Porto Rico, banhada pelo Oceano Atlântico). Ovniólogos acreditam que esta é a melhor evidência de Ovnis monitorando nossa atividade no planeta Terra. Você pode verificar o relatório completo aqui .
Os pesquisadores analisaram o vídeo e chegaram à conclusão de que o objeto em questão apresenta características que desafiam as leis da física como as conhecemos. Simplesmente não pode ser catalogado como um zangão, avião militar ou fenômenos naturais.
O segundo vídeo – igualmente desconcertante – foi recentemente desclassificado e filmado em 2014.






O incidente ocorreu em 11 de novembro de 2014, quando um helicóptero da Marinha do Chile (Airbus Cougar AS-532) estava em uma patrulha de rotina, a oeste de Santiago, voando para o norte.
O objeto voador não identificado foi seguido e gravado por 9 minutos e 12 segundos. A tripulação tentou várias vezes entrar em contato com o Ovni usando como comunicação a banda multi-nacional civil, projetada para essa finalidade, mas não recebeu resposta. O capitão da Marinha declarou que o objeto tinha uma “estrutura plana e alongada” com “dois holofotes térmicos como descargas que não coincidiam com o eixo do movimento”. O técnico descreveu-o como “branco com uma forma semi-oval no eixo horizontal”.
Além disso, os relatórios afirmam que o piloto tentou inúmeras vezes e comunicar com o Ovni, usando a banda multinacional civil projetado especificamente para o seu propósito, e não obteve exito. Simplificando, inacreditável.
Vídeos como estes são precisamente o que é necessário para que a sociedade entenda que há algumas coisas acontecendo no planeta Terra e que as explicações convencionais não satisfazem, não se explicam.
Outro avistamento igualmente surpreendente foi registrado em 05 de março de 2004, quando a Força Aérea do México testemunhou 11 objetos voando voando ao lado deles durante uma patrulha aérea que investigava um contrabando de drogas.
Estranhamente, os objetos voadores não identificados eram visíveis somente através do sistema de IR (infra Red) do avião militar, não podiam ser vistos a olho nu. Segundo relatos, o equipamento foi operado por oficiais da Força Aérea altamente qualificados e analisados ​​pelo Departamento de Defesa.
Nem a tripulação nem o pessoal de terra puderam ver os 11 OVNIs no radar.
O Departamento de Defesa mexicano descartou todas as explicações mundanas para os avistamentos . As condições atmosféricas eram quase perfeitas. Não houve inversão de temperatura na área e os ventos foram registrados em menos de 20 mph. Havia uma ausência completa de relâmpagos, atividade sísmica ou atividade vulcânica. Vênus não era visível na época.
Há alguns céticos que descartaram este encontro de Ovnis, porém os pilotos militares mexicanos disseram que a elevação das luzes estava em uma altitude muito maior que a deles e que o objeto voador não identificado não tinha nenhuma aeronave parecida construída pelo homem.
Além disso, a Força Aérea Mexicana declarou que estavam perseguindo algo, e derrepente desaparecia à medida que havia uma aproximação do objeto.


Fonte: Ancient-codeIvan
Editado por FONTE : Arquivo X do Brasil

DOCUMENTO MOSTRA QUE INGLESES TENTARAM VENDER MÁQUINA DE RESTAURAR VIDAS EM JP

Ao folhear os arquivos, a equipe identificou situações curiosas. Uma delas é uma correspondência de 1825, enviada da cidade de Londres, na Inglaterra

Mais de 200 documentos históricos da antiga Câmara Municipal da Cidade da Parahyba, com cerca de 700 páginas, foram encontrados nos arquivos da atual Câmara Municipal de João Pessoa, no Centro.

 

Com dados sobre a vida cotidiana da população, no período entre os séculos XVIII até o início do século XX, os documentos estão sendo estudados pelo professor Ângelo Emílio Pessoa, do Departamento de História da UFPB. Junto com um grupo de alunos, o docente está fazendo o processo de higienização, restauração, catalogação e transcrição do material.

Ao folhear os arquivos, a equipe identificou situações curiosas. Uma delas é uma correspondência de 1825, enviada da cidade de Londres, na Inglaterra. Na documentação, havia uma tentativa de vender para a Câmara Municipal uma máquina que prometia restaurar vidas de pessoas afogadas.

Em outro documento, foram verificados conflitos em relação à distribuição de água em João Pessoa, na época, Cidade da Parahyba. No material observado, há um registro que fala sobre uma cacimba de água que abastecia uma parte da cidade baixa. Esse reservatório teria sido apossado por um padre que, logo em seguida, passou a cobrar pelo abastecimento.

“Existe uma diversidade temática muito grande ligada ao dia a dia da cidade. Aparecem questões relacionadas às escolas de primeiras letras, saúde pública, transportes, estradas, condições de fornecimento de água e funcionamento do mercado” ressalta Ângelo Emílio.

Outro caso inusitado foi o de ladrões atuando na ponte de Gramame, na Zona Sul de João Pessoa, local de grande fluxo de veículos. “Essa ponte era fundamental, pois ligava a cidade ao Recife e por onde se transportavam muitas mercadorias. Então é de se supor que havia muitos roubos”, completa o historiador.
Todo o acervo foi enviado para a Fundação Casa de José Américo, no Cabo Branco. De acordo com o professor Ângelo Emílio, o local possui estrutura adequada para que a equipe possa realizar os estudos com mais cautela.

Até o momento, foi empreendida, do ponto de vista técnico, a higienização, que serve para tirar a poeira acumulada. Os trabalhos ainda contarão com restauração, catalogação e transcrição dos documentos.

“A ideia, após todo o procedimento de recuperação do material, é produzir documentário, livros, artigos científicos, material didático e oficinas pedagógicas”, adianta o pesquisador.

Portal Correio

SUPERVISOR DE FUTEBOL DO ABC É ASSASSINADO A FACADAS DENTRO DE CARRO

O supervisor de futebol do clube ABC foi encontrado morto na madrugada desta sexta-feira (21) na Vila de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal. O corpo de Leonardo Antônio Medeiros Queiroz, de 42 anos, estava dentro do seu próprio carro, um Chevrolet Agile, com perfurações de facadas na região do pescoço.

leonardo-queiros
Leonardo Antônio Medeiros Queiroz,


Segundo a Polícia Militar, ainda não há pistas de assassinos ou da motivação do crime. O carro estava com as portas fechadas e o corpo no banco do carona. O ABC entra em campo nesta noite pela Série C do Campeonato Brasileiro. A equipe enfrenta o Globo, às 20h, no Frasqueirão. A partida é válida pela 9ª rodada, a última do primeiro turno.
Fonte Blog do Serido

sexta-feira, 21 de junho de 2019

Convite de Missa de 7° Dia

A Missa de sétimo dia pelo falecimento do jornalista Allan Darlyson será realizada nesta sexta-feira (21), às 17h na Igreja Nossa Senhora da Candelária, no bairro da Candelária, em Natal/RN. 
Amanhã, sábado (22), a  missa será celebrada aqui na cidade de São João do Sabugi, às 7h.
Allan morreu na madrugada do último sábado (15), aos 30 anos, depois de um ano lutando contra um câncer. 
O sepultamento foi realizado aqui em São João do Sabugi, cidade onde ele nasceu e queria ser sepultado.
O jornalista se destacou na cobertura política no Portal No Ar, tendo iniciado a carreira no extinto jornal Correio da Tarde e depois passando pelas redações do também extinto Diário de Natal e da TV Ponta Negra. Além disso, Allan Darlyson atuou em assessorias de imprensa e marketing político, em campanhas eleitorais e nos gabinetes de parlamentares da Câmara Municipal de Natal, da Assembleia Legislativa do RN e da Câmara Federal.
Nota:
Políticos e também entidades políticas homenagearam, ao longo deste sábado (15) o jornalista Allan Darlyson, de 30 anos, que faleceu após um ano lutando contra um câncer. Várias personalidades do meio, inclusive, foram ao velório dele em Natal, antes do corpo seguir para o município de São João do Sabugi, onde ele queria ser enterrado.
Nota da Assembleia Legislativa
A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte se solidariza com os familiares, amigos e leitores do jornalista e servidor da Casa, Allan Darlysson (30 anos), que faleceu precocemente na madrugada deste sábado (15), em Natal.
Natural de São João do Sabugi, ele lutava há mais de um ano contra um câncer. Allan teve atuação no jornalismo impresso dos jornais Diário de Natal, Correio da Tarde e no Portal No Ar, sempre na editoria política.
Nos últimos anos, o jornalista se dedicou à assessoria do deputado estadual Gustavo Fernandes, deputado federal Beto Rosado; da vereadora de Natal, Nina Souza, além das campanhas vitoriosas dos deputados estaduais Ubaldo Fernandes, Eudiane Macedo e do senador Styvenson Valentim. A política e o jornalismo eram suas paixões.
O Poder Legislativo – em nome do presidente da Casa, Ezequiel Ferreira; dos deputados estaduais, servidores e amigos assessores de Comunicação da Casa – se solidariza com todos neste momento de dor, na certeza de que ele lutou e agora descansa em paz.

Palácio José Augusto
Nota da Prefeitura de Natal
É com profundo pesar e consternação que o prefeito Álvaro Dias e toda a gestão municipal lamentam a precoce partida do jornalista Allan Darlyson, profissional dedicado que, além de se destacar no ofício, marcou sua passagem neste plano por uma imensa grandeza humana e pela capacidade de construir amizades. Que Deus o tenha no melhor lugar e amenize a dor no coração dos familiares e amigos.
Prefeitura Municipal de Natal
Nota da Câmara de Natal
Com profundo pesar, a Câmara Municipal de Natal presta suas condolências à família, amigos e todos os que torceram pela recuperação do jornalista potiguar Allan Darlyson, que após intensa luta contra o câncer, não resistiu. Allan Darlyson, de 30 anos, conseguiu um espaço de destaque no jornalismo do Rio Grande do Norte, acumulando experiências em portais, blogs, jornais impressos, Tv, assessorias parlamentares e  campanhas políticas. Na Câmara Municipal de Natal atuou nas assessorias do então vereador Ubaldo Fernandes, hoje deputado estadual, e da vereadora Nina Souza. Consternados, vereadores e servidores da Câmara Municipal de Natal, externam seu voto de pesar.
Câmara Municipal de Natal



Via Portal no Ar
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...