ALINHAMENTO PLANETÁRIO

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Cinco provas extraordinárias que apoiam a teoria de que fomos visitados por extraterrestres no passado

Cinco provas extraordinárias que apoiam a teoria de que fomos visitados por extraterrestres no passado


Talvez uma das questões mais antigas da humanidade seja a origem de nossa existência, ou seja, de onde viemos? Cada civilização respondeu a esse enigma através de mitologias e teorias de todos os tipos. Embora existam inúmeras teorias que tentam explicar nossa existência, recentemente a teoria do Astronauta Antiga tornou-se extremamente popular na nossa sociedade - principalmente, porque há numerosos enigmas que a ciência mainstream, e até mesmo a religião são incapazes de responder.

 
 
A hipótese dos Antigos Astronautas afirma que houve uma intervenção alienígena que levou à nossa criação e que todos os nossos conhecimentos e culturas estão ligados a contribuições extraterrestres.
 
Mas qual é a base dessa teoria? São apenas reivindicações vazias como os céticos sugerem? Existem inúmeras razões pelas quais a teoria do antigo astronauta pode estar certa sobre um par de coisas.
 
 

Religião, Evolução ou algo completamente diferente?

 
Homo Sapiens atingiu em cerca de 300.000 anos um nível evolutivo que não pode ser comparado com o de qualquer outro organismo, nem mesmo os organismos que existiram na Terra milhões de anos antes. Uma teoria que pode explicar isso é a teoria do Astronauta Antigo que pressupõe que, no passado distante, civilizações alienígenas avançadas modificaram nosso DNA.
 
Além disso, de acordo com pesquisadores, nosso código genético parou de evoluir há 3 bilhões de anos. Francis Crick descreveu o código genético nos anos 60, e a misteriosa paralização na evolução do Código Genético foi-lhe referido como um acidente congelado. Curiosamente, os pesquisadores dizem que o nosso Código Genético poderia ter desenvolvido o uso de até 63 Aminoácidos, mas por alguma razão, ele parou em 20. 
 
 

Inúmeros artefatos e sítios antigos que são completamente ... de fora deste mundo

 
 
Há um monte de artefatos que foram descobertos ao longo dos anos que são simplesmente de fora deste mundo. Numerosos objetos e monumentos foram feitos com técnicas que superaram completamente a capacidade desenvolvida por seus criadores no momento de sua realização. Alguns exemplos são as pirâmides de Gizé, Tiahuanaco, Ollantaytambo, Teotihuacan.
 
 

Está tudo escrito

 
Numerosas lendas foram escritas que parecem indicar que no passado distante, as culturas antigas tiveram contato com seres alienígenas avançados que foram eventualmente mal interpretados como "Deuses".
 
O mais transcendente eram os textos antigos como a Bíblia, o Gênesis ou até a história de Ezequiel. A Epopéia de Gilgamesh, ou as máquinas voadoras da antiga literatura indiana, conhecida como "vimana". Curiosamente, livros antigos como o livro sagrado dos maias, o Popol Vuh descreve como a humanidade foi CRIADA.
 
 

As Pirâmides

 
 
Por que existem tantas? E por que elas são tão assustadoramente semelhantes? O que levou a humanidade no passado distante a erguer esses monumentos incríveis? E como é possível que muitos deles sejam quase idênticos? Alguns sugerem que as pirâmides não eram túmulos, mas sim máquinas de energia maciça que foram especificamente colocados em diferentes partes do mundo, a fim de aproveitar a energia natural da Terra. Uma intervenção alienígena pode ter sido possível.
 
 

Há uma misteriosa conexão entre sítios megalíticos ao redor do globo

 
Quais são as probabilidades de que inúmeros sitios antigos ao redor do globo estejam conectados aleatoriamente? E se, um padrão alucinante está escondido dentro dessas estruturas? Se você dar uma olhada em outros sitios antigos como as Linhas de Nazca, Machu Picchu, Ilha de Páscoa, Mohenjo Daro e Tassili n'Ajjer, entre outros e pegar sua posição em um mapa, você vai notar uma conexão que aponta talvez para um antigo 'código' incorporado dentro dessas estruturas.
 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...