ALINHAMENTO PLANETÁRIO

segunda-feira, 30 de abril de 2012

UFRN em Caicó oferece 278 vagas para vestibular a distância;inscrições começam em 12 de maio



O Processo Seletivo para Educação Superior a Distância na UFRN (Vestibular a Distância), para ingresso no segundo semestre letivo do ano de 2012, será aplicado, simultaneamente, nos pólos de apoio distribuídos no RN, abrangerá os conhecimentos comuns às diversas formas de escolarização do ensino médio e obedecerá às diretrizes deste Edital.
Para fazer o vestibular a distancia, o candidato precisa apresentar e conclusão do ensino médio, ou curso equivalente. Serão oferecidas 2.5 vagas de licenciatura a distancia, distribuídas em diferentes polos. A inscrição será realizada, exclusivamente, via Internet, a partir das 8h00min do dia 12 de maio até as 23h59min do dia 24 de maio de 2012. A taxa de inscrição será no valor de R$ 30,00, através do site www.comperve.ufrn.br, no qual estarão disponíveis o Edital e o Formulário de Inscrição.
Em Caicó serão oferecidas 278 vagas para os cursos de Ciências Biológicas, Educação Física, Geografia, Letras, Pedagogia e Química. Já em Currais Novos serão disponibilizadas 177 vagas para os cursos de Ciências Biológicas, Educação Física, Letras, Matemática e Pedagogia. As demais vagas serão para os municípios de Caraúbas, Extremoz, Grossos, Guamaré, Luis Gomes, Macau, Marcelino Vieira, Martins, Natal, Nova Cruz e Parnamirim. As provas serão aplicadas no dia 03 de junho de 2012

UFRN

A FULERAGEM DO DIA


- REALMENTE É UMA BELEZA! -

Sete são mortos em chacina em fazenda em GO, diz polícia



IMAGENS FORTES!


Sete pessoas foram degoladas na noite de sábado (28) em uma fazenda a 43 km do município de Doverlândia, no sul de Goiás, a 413 km da capital. De acordo com a Polícia Militar, as vítimas são o dono da propriedade rural, que tinha 57 anos, o filho do proprietário, 22 anos, um vaqueiro da fazenda, 34 anos, um amigo do fazendeiro, de 51 anos, a esposa desse amigo, 65 anos, o filho desse casal, de 22 anos, e a sua esposa, 24 anos. 

De acordo com o segundo sargento da Polícia Militar, Divino Celso Teles, em Doverlândia, a polícia soube da chacina às 21h30 do sábado. Segundo a polícia, todas as vítimas foram mortas dentro da propriedade rural. O sargento relatou que dono da fazenda e o filho foram atacados e mortos dentro da sede. Além de ter sido degolado, o dono da terra, também teria recebido golpes de arma branca no lado direito e no lado esquerdo do peito. Os dois corpos foram arrastados para o banheiro da casa. Ainda de acordo com a polícia, a porta da casa tinha sido trancada e, em um primeiro momento, só era possível ver os corpos pela vidraça do banheiro. 
Com base no relato de uma testemunha, a polícia afirmou que por volta das 18h, um vizinho da propriedade acompanhado da mulher, do filho e da nora chegaram para uma visita e estranharam o fato de as lâmpadas ainda estarem apagadas. Acompanhado pelo vaqueiro da fazenda, o grupo seguiu em direção à casa para saber o que teria acontecido, mas foram atacados antes de chegarem até lá. 
A testemunha é um adolescente de 14 anos que só não seguiu com os demais, porque teve de resolver um problema com os cavalos no pasto. Segundo a polícia, ele ouviu gritos e depois foi procurar pelo cunhado do dono da fazenda, que estava pescando, dizendo que o seu pai, o vaqueiro, e os outros estavam desaparecidos. “No momento, não é possível falar sobre as causas do crime. Pelo que foi observado, nada foi revirado. O autor, ou os autores, parece ter ido ao quarto do fazendeiro e se aproximado de uma mala, mas parece que nada foi levado”, diz o sargento. 
De acordo com a PM, o cunhado do dono da fazenda estava pescando na propriedade quando o filho do vaqueiro o chamou. Quando se aproximaram da casa, viram que só havia uma lâmpada ligada. Depois, viram os corpos do dono da propriedade rural e o do filho, que estavam no banheiro. A polícia acredita que as outras cinco vítimas tenham sido assassinadas nas imediações da sede, mas que os corpos foram levados para outro local. Os demais corpos foram localizados na manhã deste domingo (29), em uma estrada vicinal, próxima à fazenda. Para a polícia, os alvos eram o fazendeiro e o filho. Os outros teriam sido mortos para reduzir o número de testemunhas. Uma moto teria sido vista no local do crime. 
Segundo informações da polícia, até onde se sabe, as famílias mortas eram de pessoas “extremamente trabalhadoras” e ainda não há indícios sobre a motivação para os homicídios. Conforme informações iniciais da polícia, o proprietário do imóvel e o filho foram os primeiros a serem assassinados. Os outros teriam sido executados como uma forma de eliminar testemunhas. 
O segundo sargento Divino Celso Teles contou que a chacina chocou a cidade de Doverlândia, que tem 7.892 habitantes, conforme o Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Os corpos foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) de Iporá, a 234 km de Goiânia, no centro do Estado. De acordo com informações iniciais, o crime será investigado pela 7ª Delegacia Regional da Polícia Civil, em Iporá, com o auxílio do serviço de inteligência do 12º Batalhão de Polícia Militar, em Iporá.


Fonte: GO Noticias

Biblioteca montada em jumento incentiva leitura no interior de Pernambuco




Uma biblioteca itinerante que tem como meio de transporte um jumento. A ideia inusitada faz parte do projeto ‘Livros Andantes’, que passeia atualmente pela Mata Sul de Pernambuco incentivando a leitura nas comunidades rurais de Raiz de Dentro e Estevinhas, em Amaraji. Cada um dos povoados vai receber quase 200 livros e cordéis, que ficam para a comunidade depois dos 16 encontros promovidos pelo projeto. Os encontros acontecem sempre aos domingos, com participação de professores e arte-educadores capacitados em oficinas do Livros Andantes. A escolha do jumento como meio de levar os livros às comunidades, que não tem um acesso fácil, faz parte do processo de conquista do público. “Quando eu pensei no projeto, pensei em ir em busca desse potencial leitor, que não tem como se deslocar até a biblioteca da cidade. O jumento é um meio de transporte bastante comum na região, eles usam para transportar o que plantam, como banana, inhame, cará. Era uma forma de fazer parte do cotidiano deles”, explica a coordenadora. As atividades da biblioteca itinerante começam com a leitura de algum trecho ou capítulo de um livro e, depois, o público é convidado a escolher mais um para ser lido. Após a leitura, entram em cena os arte-educadores e os empréstimos dos livros, buscando sempre que o leitor compartilhe no encontro seguinte parte da obra com os outros. “Quando você tem contato com os livros, de alguma maneira uma luz se acende na sua vida. É como se você estivesse o tempo todo na escuridão, e quando você tem contato com o livro, o mundo se abre pra você de alguma forma. Isso não tem preço”, defende Clara Angélica. 

Fonte: Diário de Pernambuco/Blog do Carlos Britto/Blog Diniz K-9

Não deixe de assistir

Massa demais
Em algum lugar da Bélgica...


A Piada do Dia !!!


- O NOME DO JAPA -

 
Uma multi nacional japonesa traz ao Brasil um dos seus engenheiros para ensinar aos funcionários locais um novo método de produção de seus produtos.
Passados alguns dias o japonês chegou para o presidente da empresa e reclamou:
- Japonês muito chateado com brasileiros né !
- Mas por quê? O que aconteceu?
- Japonês não gostou do apelido que me '
corocaram' né!
- Mas que apelido foi esse?
- Brasileiros chama japonês de '
Hemorróida'.
- Mas isso é uma vergonha. Vamos tomar as devidas providências. 
É  convocada uma reunião com os funcionários da empresa. 
Na reunião, o presidente diz:
- Vocês não tem vergonha de fazer uma coisa dessas. Chamar esse senhor de'Hemorróida'. Eu não quero mais ouvir isso aqui de hoje em diante. Chamem-no pelo nome; aliás como é mesmo seu nome?
E o japona responde:
Saisang Duku.


Aí dentro ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Meditando o Evangelho da Segunda - feira



«Quem entra pela porta é o pastor das ovelhas: as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz »
Dia Litúrgico: Segunda-feira (B e C) da 4ª semana da Páscoa.


«Em verdade, em verdade, vos digo: quem não entra pela porta no redil onde estão as ovelhas, mas sobe por outro lugar, esse é ladrão e assaltante. Quem entra pela porta é o pastor das ovelhas. Para este o porteiro abre, as ovelhas escutam a sua voz,
ele chama cada uma pelo nome e as leva para fora. E depois de fazer sair todas as que são suas, ele caminha à sua frente e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz. A um estranho, porém, não seguem, mas fogem dele, porque não conhecem a voz dos estranhos». Jesus contou-lhes esta parábola, mas eles não entenderam o que ele queria dizer. 

Jesus disse então: «Em verdade, em verdade, vos digo: eu sou a porta das ovelhas. Todos aqueles que vieram antes de mim são ladrões e assaltantes, mas as ovelhas não os escutaram. Eu sou a porta. Quem entrar por mim será salvo; poderá entrar e sair, e encontrará pastagem. O ladrão vem só para roubar, matar e destruir. Eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância».

Hoje continuamos a considerar uma das imagens mais belas e mais conhecidas da pregação de Jesus: o bom Pastor, as suas ovelhas e o redil. Todos temos na memória as figuras do bom Pastor que contemplamos desde pequenos. Uma imagem que era muito querida aos primeiros fieis e que forma parte da arte sacra cristã desde o tempo das catacumbas. Quantas coisas nos invoca aquele pastor jovem com a ovelha ferida às suas costas! Muitas vezes vimo-nos, a nós próprios, representados naquele pobre animal.

Ainda há pouco celebramos a festa da Páscoa e uma vez mais, recordamos que Jesus não falava numa linguagem figurada quando nos dizia que o bom pastor dá a vida pelas suas ovelhas. Realmente fê-lo: a sua vida foi a prenda do nosso resgate, com a sua vida comprou a nossa; graças a esta entrega, nós fomos resgatados: «Eu sou a porta. Quem entrar por mim será salvo» (Jo 10,9). Encontramos aqui a manifestação do grande mistério do amor inefável de Deus que chega a estes extremos inimagináveis para salvar a criatura humana. Jesus leva até ao extremo o seu amor, até ao ponto de dar a sua vida. Ressoam ainda aquelas palavras do Evangelho de São João introduzindo-nos nos momentos da Paixão: «Antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que tinha chegado a sua hora de passar deste mundo para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim» (Jo 13,1).

De entre as palavras de Jesus gostaria de aprofundar nestas: «Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas e elas conhecem-me» (Jo 10,14); mais ainda, «as ovelhas escutam a sua voz (…) e seguem-no, porque conhecem a sua voz» (Jo 10,3-4). É verdade que Jesus nos conhece, mas, poderemos nós dizer que o conhecemos bem, a Ele, que o amamos e que correspondemos como devemos? 

domingo, 29 de abril de 2012

América vence ABC e leva vantagem para o Frasqueirão





Em um jogo bem disputado, o América saiu na frente na decisão do Campeonato Potiguar e venceu o ABC de virada, por 2 a 1, no estádio Nazarenão, em Goianinha. Isac e Lúcio Curió marcaram para o time da casa, enquanto Raul descontou para os visitantes.
Agora os clubes terão uma semana livre pela frente para se prepararem para o segundo e decisivo clássico, que acontece no próximo domingo, no estádio Frasqueirão, às 16h e definirá quem leva a taça do Estadual 2012. O rubro vai para o duelo com o direito de empatar para ser campeão e sair da fila de oito anos sem títulos. Já o alvinegro precisa vencer por dois gols de diferença para estragar a festa do adversário. Vitória do ABC por um gol de diferença leva a decisão para as penalidades.
O jogo

O clássico começou quente antes mesmo de começar. Dando o troco no que fez o técnico Roberto Fernandes no clássico pela semifinal do segundo turno, o treinador Leandro Campos mudou a escalação três vezes, a última foi divulgada quando os clubes entravam em campo. Com a bola rolando os dois times se respeitavam muito e pouco atacavam. A calmaria durou até o minuto 19.
Após cruzamento de Berg, Raul aproveitou erro de Fabiano e desviou para abrir o placar para os visitantes e marcar o seu nono gol na competição. A partir daí foi um verdadeiro bombardeio americano. Aos 25 Wanderson cobrou escanteio e quase marcou um gol olímpico. Logo em seguida Ricardo Baiano pegou o rebote e chutou forte, mas a bola bateu em um defensor e saiu.
Dois minutos depois veio a principal jogada do rubro. Bate e rebate dentro da área, a bola sobrou para Isac, ele tocou e Bileu salvou em cima da linha. Já no final Wanderson acertou uma bomba e obrigou Camilo a fazer grande defesa, mas o ABC segurou a pressão e foi para o intervalo com a vantagem.
Na etapa final o América continuou indo para cima e o ABC tentando chegar nos contra-ataques. De tanto insistir o alvirrubro chegou ao empate aos 19. Isac acertou um belo chute de fora da área e marcou um golaço. Tão criticado desde que chegou ao clube, o atacante teve o seu nome gritado pelos torcedores presentes no Nazarenão. Depois do empate o técnico Roberto Fernandes reclamou de uma falta em cima do seu jogador e foi expulso pelo árbitro.
O comandante não ficou em campo para acompanhar a vira de sua equipe. Pingo, que tinha entrado no lugar de Júnior Xuxa, fez boa jogada e cruzou para Lúcio Curió fazer o segundo gol americano, que garantiu o resultado positivo.

Ficha Técnica:

América 2 x 1 ABC
Gols: Isac, 19’2ºT; Lúcio, 30’/2ºT (América); Raul, 19’/1ºT (ABC).
Cartões amarelos: Eduardo, Berg, Bileu e Raul (ABC); Fabinho, Márcio Passos e Edson Rocha (América).
Cartão vermelho: Roberto Fernandes (América).
América: Fabiano, Norberto, Cléber, Edson Rocha e Wanderson (Nata); Ricardo Baiano, Márcio Passos, Fabinho e Júnior Xuxa (Pingo); Isac e Lúcio Curió (Jairo). Técnico: Roberto Fernandes.ABC: Camilo, Murilo (Edson), Alison, Eduardo e Berg; Bileu, Luís Ricardo, Raul (Leandro Cardoso) e Jérson; Léo Gamalho e Washington (Adriano Pardal). Técnico: Leandro Campos.

Fique por dentro do que acontece no mundo


Fogão é Campeão ! Botafogo vence, leva 1º título no Engenhão e faz final com o Flu



O Botafogo venceu o Vasco por 3 a 1 neste domingo, conquistou a Taça Rio e vai disputar a final do Campeonato Carioca contra o Fluminense, nos dias 6 e 13 de maio. O destaque ficou por conta de El Loco Abreu, que marcou os dois primeiros gols e foi fundamental para o título do segundo turno.
O uruguaio já havia sido decisivo na semifinal contra o Bangu, quando balançou a rede em três oportunidades, e voltou a brilhar. Maicosuel anotou o terceiro e Carlos Alberto descontou para os cruzmaltinos.

Complexo de Inferioridade - Uma Visão Psicanalítica





Todos buscamos meios de resguardar, minimizar e escapar dos problemas. Para isso, desenvolvemos mecanismos de defesa, que nos ajudam a driblar os conflitos do cotidiano. Esses mecanismos protegem as falhas do “eu”, as quais podem ser reais ou fantasiosas. Se permanecermos presos às nossas dificuldades, podemos perder o controle de nossa auto-estima e levar nossa personalidade a um processo de desintegração. Os mecanismos de defesa nos ajudam a equilibrar e recriar nossa própria identidade.
O complexo de inferioridade é um conflito muito presente na maioria das pessoas. Ele se apresenta com os seguintes sintomas:

.Isolamento;
.Sentimentos agudos de incapacidade e de inferioridade;
.Super valorização da bajulação;
.Excessiva sensibilidade a críticas;
.Atitudes supercríticas aos outros.

Quando somos acometidos pelo complexo de inferioridade, tendemos a desenvolver determinados mecanismos de defesa, tais como:
Compensação: procuramos superar uma desvantagem física ou emocional (pode haver
um fundo imaginário). O sentimento de inferioridade em um determinado setor, leva à tentativa de superá-lo em outro. Exemplo: uma mulher pouco atraente, que passa a caminhar de modo provocante. O caminhar chama a atenção e compensa sua falta de atrativos.
Racionalização: criamos explicações e razões vantajosas para fracassos decorrentes da inferioridade. É uma defesa do “eu” em face às críticas sociais. Exemplo: Um jovem que gastou muito dinheiro comprando uma roupa de marca. Explica aos pais que custou caro, mas o tecido é melhor e vai durar por mais tempo.
Projeção: atribuímos a terceiros nossos erros e desejos pessoais. Exemplo: pessoas de má índole que colocam:... “Não odeio ninguém, esse sentimento não faz parte de mim. Mas, não sei por que, os outros me odeiam”...
Identificação: quando adotamos mentalmente uma aparência, uma propriedade ou qualidade de alguém. Exemplo: mulheres que cortam o cabelo igual ao de uma atriz famosa e bonita.
Regressão: regredimos a atitudes infantis de comportamento. Esse mecanismo ocorre após muitas situações de intensos fracassos. Exemplo: um adulto chorar por não passar em um concurso.
Fixação: quando temos um interesse ou uma ligação emocional e paramos nosso desenvolvimento, nos fixando em uma determinada fase. Esse mecanismo ocorre em pessoas que tenham passado por excessivos sofrimentos, com profundas frustrações ocasionando assim sérios traumas. Exemplo: tenho um paciente, um rapaz que hoje está com vinte anos. Aos dezesseis, sei pai foi embora de casa, ele se fixou em tal idade, desenvolvendo uma dependência afetiva e comportamental para com sua mãe.
Idealização - utilizamos energia emocional reprimida, para criarmos e elaborarmos um mundo mais justo, mais gratificante (mais ou menos imaginário). Assim aumentamos e sustentamos nosso comportamento individual a favor de sua criação real. Exemplo: o positivismo é um bom modelo de idealização. O livro “O Segredo” (não generalizando, claro) exemplifica bem a idealização.
Simbolização - usamos nossa energia emocional em um processo de elevação e quase adoração de personalidades que se destacam no meio social. Exemplo: criação de ídolos do cinema, da televisão, etc...
Repressão – quando reprimimos um conflito. Quando uma frustração incomoda, atormenta nossa consciência, esta cuida de inibi-la e de afogar sua memória. Porém, o problema reprimido pode continuar atuando, mesmo que de maneira inconsciente, em nosso comportamento. Exemplo: atos falhos. O ato falho, é quando aparecem em nossa fala (ou escrita), termos que se referem a repressões relacionadas a algo ou alguém. Para um melhor entendimento: imaginemos que vamos receber a visita em casa, de uma senhora que tem um queixo muito grande. Pedimos a nosso companheiro que não comente nada sobre o queixo. Quando a senhora chega, ele faz um esforço para não rir ou fazer qualquer comentário. Porém, durante o lanche que se segue, ele pergunta:...- “A senhora aceita um pouco de geléia no queixo?”... A palavra “queixo”, saiu completamente sem querer. Ele queria apenas oferecer a geléia.
Sublimação – quando canalizamos nossas energias emocionais não aceitas dentro dos padrões normais da sociedade, para um outro ato que seja aceito e valorizado pela mesma. Exemplo: uma pessoa que aprecia cenas pornográficas, e que pinta telas de cenas sexuais. Virando arte, fica mais aceitável.
Fantasia ou Devaneio – como fuga de uma realidade frustradora, de suas lembranças, fantasiamos situações para encobri-las. Vivemos, na imaginação, aquelas situações e aquele tipo de universo em que desejaríamos de viver. Exemplo: quando um indivíduo não tem muitos amigos, mas imagina-se amigo íntimo de todas as pessoas que conhece. Começa a imaginar que foi convidado para festas e que é muito assediado.
Os mecanismos de defesa, quando empregados com medida, são perfeitamente normais a todas as pessoas. Eles são necessários para a manutenção e equilíbrio do emocional de todos nós. Eles fazem parte de nosso cotidiano e são sadios. Quando ultrapassam um limite de normalidade, devemos procurar ajuda de um profissional. Nesses casos, nem sempre a pessoa acometida tem percepção do agravamento e exacerbação de seus mecanismos de defesa, cabe então aos familiares uma atitude.


Fonte : http://betesdaadcaico.blogspot.com.br

A FULERAGEM DO DIA

- EROTICÃO -
Colaboração: Russo Potiguar

sábado, 28 de abril de 2012

'ARRIÉGUA': HOJE É O DIA DA SOGRA!



Sou "doidim" para saber quem foi o corajoso que criou o 'Dia da Sogra'.
Tai um cabra que se vivo tem, e se falecido,  tinha, coragem para mamar em onça.
Penso até que a profissão do mesmo era (ou é):  criador de cobras.
Eita cabra macho!

Brincadeira senhoras sogras.
Neste sábado em que comemoramos o seu dia,  quero  enviar os meus parabéns a todas vocês.
Lembrando: Se existem sogras ruins e porque existem genros piores.
Feliz Dia da Sogra.

Dia Nacional da CAATINGA é comemorado em São João do Sabugi - RN

Hoje pela manhã, fomos acordados com uma bela manifestação aqui em São João do Sabugi - RN, onde com uma passeata feita pelas crianças da Escola Padre Joaquim Félix,  as mesmas percorreram as principais ruas da nossa cidade, dando um GRITO de ALERTA para que SALVEM a nossa CAATINGA e ao mesmo tempo colando cartazes e distribuindo panfletos acerca do assunto. É uma falta de respeito a todos nós que a Secretaria do meio ambiente não tenha feito NADA, eu disse NADA,..., e para que essa data não passasse despercebida, a escola teve essa iniciativa que desde já tem os nossos PARABÉNS ! 




                         









Um pouco sobre a CAATINGA

No dia 28 de abril comemora-se o Dia Nacional da Caatinga.  A bem da verdade, deveria ser Dia Mundial da Caatinga, pelo fato de só existir este bioma no Brasil, embora muitos poucos brasileiros saibam disso. "( O que foi que eu citei acima!!? )"
Este desconhecimento generalizado acerca da fantástica biodiversidade que a Caatinga, palavra que advém do tupi-guarani e que significa “Mata Branca”, possui, tem levado ao desaparecimento de inúmeras espécies animais e vegetais, abatidos pela caça impiedosa e o desmatamento descontrolado.  Não é novidade ser a Caatinga o ambiente que habita a parcela mais pobre da população brasileira, economistas apontam que o Produto Interno Bruto do semiárido nordestino corresponde em média a ¼ do PIB per capita da região Sudeste, dado que evidencia a premência de serem implantadas Políticas Públicas capazes de elevar a capacidade de geração de emprego e renda,  em lugares em que o simples ato de saciar a própria sede  depende das benesses do Poder Público.   
O resultado é que a cada dia centenas de hectares de vegetação da caatinga são queimados nos fornos industriais de cerâmicas, olarias, fábricas de gesso, carvoarias, fogões domésticos,  padarias, pizzarias etc, sendo que em Alagoas, segundo recentes levantamentos feitos pelo Instituto do Meio Ambiente, restam cerca de 15% da cobertura original, contadas áreas em estágio inicial de regeneração.  Evidentemente,  são números extremamente preocupantes, se for considerado fatores incidentes às áreas desflorestadas, especialmente o processo de desertificação e degradação de áreas agricultáveis.  O fenômeno da desertificação é particularmente preocupante, pois dele advém, a perda da produtividade na agricultura, a miséria,  o êxodo rural e a perpetuação deste ciclo perverso de pobreza e flagelo social.
Para proteger a nossa rica e pouquíssimo estudada Caatinga, faz-se mister um conjunto de ações articuladas e sinérgicas, envolvendo atores das esferas pública e privada.  Não basta só a repressão ao desmatamento clandestino, que evidentemente deve ser coibido, mas de dar ao empresário que utiliza a lenha como insumo às suas atividades, alternativas concretas para evitar o desmate, como as chamadas florestas energéticas, constituídas de árvores adequadas para servir de matriz energética, a serem plantadas em áreas degradadas, respeitando as áreas de preservação permanente, reserva legal e outras limitações impostas pela legislação incidente.
Não há mais tempo a perder, a conscientização de todos, dos cientistas aos estudantes, das donas de casa aos governantes, enfim é preciso que, repisa-se,  todos hajam em defesa deste bioma que assume o protagonismo de verdadeiro laboratório natural para se estudar e entender os efeitos das Mudanças Climáticas, que exigirão cada vez mais espécies capazes de sobreviver a elevadas temperaturas e submetidos periódicos estresses hídricos, justamente uma das principais características dos habitantes da nossa Caatinga brasileira. 
Salve a Caatinga, único bioma genuinamente brasileiro!!

 




 



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...