ALINHAMENTO PLANETÁRIO

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Pesquisadores encontram evidências de uma civilização antiga extremamente avançada no Brasil

Pesquisadores encontram evidências de uma civilização antiga extremamente avançada no Brasil



Cinco séculos antes do início da conquista européia, civilizações antigas avançadas percorriam as Américas. Uma dessas civilizações habitava a Amazônia brasileira, e foi lá que criaram um inacreditavel arranjo de blocos gigantes. Hoje, evidencias de uma civilização extremamente sofisticada pode ser encontrada na Amazônia e em seus arredores.
 
Mais de 1.000 anos atrás, uma civilização criou um antigo observatório astronômico composto de 27 blocos de granito, cada um com até 4 metros de altura, erguidos em pé com um circulo no centro.
 
Como observa o New York Times, os testes de radiocarbono e as medições do local durante o solstício de inverno lançam a luz sobre as antigas civilizações da Amazônia. Os arqueólogos chegaram à conclusão de que os povos indígenas que habitavam esta área eram muito mais sofisticados - e avançados - do que os cientistas acreditavam até agora.
 
 
Na verdade, é uma das maiores estruturas já encontrada nas Américas. Essa estrutura ficou conhecida como a Stonehenge Amazônica..
 
Especialistas começaram as escavações na 'Stonehenge Amazônica' em 2005, descobrindo urnas de cerâmica feitas à mão, o que significa que parte da área poderia ter servido como um cemitério.
 
O sítio também pode ter sido usado como um local de culto ou como um observatório astronômico, de acordo com os pesquisadores. 
 
"As pedras do local são bastante extraordinárias e sua irregularidade pode ter um significado único, diferente de outros sítios megalíticos ao redor do mundo", disse Malville, levantando a possibilidade de que o local reflita a importância das culturas amazônicas no animismo - primeiro estágio da evolução religiosa da humanidade, no qual o homem primitivo crê que todas as formas identificáveis da natureza possuem uma alma e agem intencionalmente.
 
 
No passado, os arqueólogos e estudiosos acreditavam firmemente que a Amazônia tinha sido relativamente intocado por seres humanos, exceto por pequenas tribos nômades. A verdade, no entanto, é muito diferente.
 
Agora, os especialistas afirmam que as civilizações antigas existiram na Amazônia e que elas sustentaram uma população de até 10 milhões de pessoas antes das epidemias e massacres em grande escala posto em movimento pelos colonizadores europeus.
 
Descobertas recentes apontam para o fato de que há milhares de anos, sociedades avançadas e complexas existiam em muitas partes da América do Sul.
 
No entanto, o Stonehenge amazônico - como tem sido chamado - não é o único sítio sofisticado no Brasil.
 
Localizado no meio do rio Inga, não muito longe da cidade brasileira de Inga, você encontra um dos achados arqueológicos mais interessantes do Brasil, a pedra Inga. A pedra Inga cobre uma área de duzentos e cinquenta metros quadrados. É uma construção vertical de 46 metros de comprimento e chega 3,8 metros de altura.
 
 
A pedra Inga exibe esculturas que ainda hoje estão esperando para serem decifradas. Os pesquisadores encontraram várias esculturas, figuras, frutas, animais e outras figuras desconhecidas gravadas na pedra, mas o mais importante nela é a representação da Via Láctea e a constelação de Orion.
 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...